Maratona de Berlin por Fabi (@derepente_maratonista)

Maratona de Berlin por Fabi (@derepente_maratonista)

Publicado por: Fabiana Publicado: 28/03/2018 Visitas: 499 Comentários: 0

Segue um pouquinho do que foi a Maratona de Berlin...

Corri em 2016!

Comecei a me preparar para a maratona no inicio do ano... me inscrevi com um grupo grande de amigos e a idéia era curtir a viagem e a maratona todos juntos... Assim montamos o projeto #16AmigosEmBerlim

Acho que meu maior desafio no meio da preparação foi a lesão e minha cabeça... estava conseguindo superar minhas metas, melhorar meus tempos, e minhas distancias, consegui adaptar meus treinos, fiz tudo para conseguir treinar e estava dando tudo certo e logo quando ia entrar no ciclo com os treinos mais longos eu me machuquei... assim acabei não fazendo nenhum treino acima de 22k. ou seja, na minha cabeça, aquilo martelava porque eu não tinha noção do que viria depois.

Acabei fazendo grande parte do ciclo no Deep Running, uma espécie de corrida na água. O que me ajudou a manter o cardio em dia para a prova...

Muitas pessoas me falavam que conheciam alguém que tinha feito maratona só no deep, mas sou do tipo que só acredita vendo, então de qualquer forma, aquilo foi o mais difícil de encarar. Mas no fim deu tudo certo!!! 

Enfim chegou o grande dia de ir para Berlim... fomos todos para lá e aquela grande festa para pegar kit, fazer o aquecimento antes da prova, conhecer o lugar... e passava de tudo na minha cabeça... 

Mas realmente não saber o que vai encarar é uma benção!!! rs!! Não saber o que é uma maratona ajuda em partes, porque você não sabe o que vai encarar lá.

Então acordar no grande dia com os amigos ao redor, meu marido, minha irmã, meu cunhado, fez tudo ser mais fácil... com tantas pessoas experientes ao redor me senti mais segura. Chegando na largada, ai seria sozinha mesmo...

Em Berlim a largada é por ondas, e tudo funciona direitinho. Cada um larga conforme seu pace, para que ninguém atrapalhe a prova do outro, e isso é ótimo!! No meu curral tinha eu, meu marido e uma amiga, então ficamos lá esperando o grande momento.

Esperávamos um dia de frio, mas foi tudo ao contrario, fez um dia de sol, e foi um dia lindo!! A largada de Berlim é  a coisa mais linda de se ver! Você larga em direção ao Obelisco da Vitória, e ali já começa uma grande jornada pela história. Vários lugares marcantes, a concentração já era em frente ao Parlamento... o caminho todo cheio de lugares que você nem acredita que poderia ver correndo.

A organização da prova é impecável!!! Muita água pelo caminho, muitas pessoas ajudando, ambulancia, todo suporte que precisaria ter ao redor.... e o que falar da torcida?

O tempo todo da prova tinha gente ao redor, torcendo, gritando, incentivando... crianças apoiando... Não tem como não se emocionar com a prova. Bandas por todos os lados, pessoas cantando, é tanta coisa, que você acaba nem vendo o tempo passar!!

Isso incentiva! e faz a diferença... claro, como qualquer corrida de longa distancia, cansa! Eu encontrei o muro muito antes do que todo mundo fala, lá no km 23, pois eu não sabia o que viria a partir dali... mas deixei a vida levar... Se tem uma coisa que aprendi é que a primeira maratona é única, e você realmente não tem que se importar com pace, ou com o tempo, tem que aproveitar aquele momento. Pois é a primeira vez e deve ser lembrada com felicidade e não como um trauma. 

Acho que a maratona melhorou minha auto confiança. Passei a acreditar mais em mim e no que eu sou capaz. Posso não ter feito o melhor tempo do mundo, mas só de pensar que em Berlin 7 mil pessoas não completaram, me faz vencedora. Lutei muito comigo mesma... minha cabeça tentou me sabotar várias vezes... mas tentei ser mais forte e deu certo. Eu percebi que sou forte, que a cabeça comanda... mais do que imaginamos. E que eu consigo fazer o que eu quiser! 

Fabi :)

Comentários

Escreva o comentário

Veja todas Últimos Posts